KC - Marketing & Communication Consulting

Switch to desktop Register Login

Chocolate sem culpa, pequenas quantidades desta iguaria beneficiam sua saúde e ainda não comprometem a boa forma

Pesquisas mostram que o chocolate amargo, ao contrário de outros, auxilia na redução da pressão arterial e diminui a incidência de problemas cardiovasculares.

 

chocolates-getty-tlMesmo sendo considerado altamente calórico, devido a grande concentração de gorduras e açúcares, nutrólogos são unânimes quanto as propriedades nutricionais do chocolate. É um alimento rico em vitaminas do complexo B, proteínas, além de ser boa fonte de minerais como ferro, magnésio, potássio, fósforo.  

Pesquisas recentes mostram que o chocolate amargo, devido à alta concentração de cacau, além de todos estes benefícios, também possui alto teor de polifenóis e flavonoides. Estas substâncias auxiliam na redução dos riscos de doenças cardiovasculares, por serem antioxidantes que atuam contra o envelhecimento orgânico das células. Também é encontrado neste tipo de chocolate uma alta concentração de "catequina", substância que, segundo pesquisas, age nas artérias e promove, além de outros benefícios, o controle da pressão arterial.

DSC022701Quanto maior a concentração de cacau no chocolate, maiores são os benefícios ao organismo fornecidos pela iguaria. As pesquisas ainda indicam que, em média, o chocolate amargo possui o triplo de antioxidantes do que o chocolate ao leite, além de menor concentração de açúcares e gorduras.

Mas, os pesquisadores advertem, o chocolate só é benéfico à saúde em pequenas quantidades. Indica-se a ingestão de apenas 30g diárias, o que equivale a uma barra pequena ou a quatro quadradinhos da barra grande. Isto se associado a uma dieta balanceada, com a ingestão de frutas, legumes, verduras, carnes magras e cereais integrais.

Consumido desde a idade média como uma bebida amarga, proveniente da mistura do cacau torrado misturado com água. Em meados do século XVIII tornou-se, pelas mãos dos franceses, uma mistura sólida, mais pastosa do que a atual. Apenas em 1910 o chocolate se transformou em barra, tornando-se esta guloseima tão admirada por todo o mundo.

 

Tipos de Chocolate

  • Chocolate Amargo:Possui grande concentração de massa de cacau e pouco açúcar;
  • Chocolate ao Leite:A massa de cacau é substituída em parte por leite em pó, resultando em um gosto mais adocicado;
  • Chocolate Branco:Contém manteiga de cacau ao invés de massa de cacau;
  • Chocolate em Pó:obtido por meio da amêndoa de cacau  que é ralada e destituída da manteiga de cacau. Pode ser amargo, meio amargo ou doce;
  • Achocolatado: Composto basicamente por chocolate, leite em pó e açúcar;
  • Chocolate para Cobertura:Concentrado em manteiga de cacau, que lhe dá a propriedade de derreter com facilidade e que facilita o acabamento e o brilho nas coberturas. São comercializados em três tipos: meio amargo, branco e comum (ao leite).

Chocolate e a Páscoa

Sinal da ressurreição de Jesus Cristo para os cristãos, a páscoa significa período de renovação. Neste mesmo sentido, no antigo Egito o coelho representava a preservação e a esperança de uma vida nova. Nas religiões judaica e cristã esse animal também simboliza o renascimento e seus ovos a fertilidade. A partir disto, os "ovos de chocolate" começaram a ser trocados neste período, entre amigos e familiares, como sinal deste espírito.

 

Fonte: Páscoa e seus Chocolates: saiba como consumir sem culpa!

 

Design by Kendra Chihaya © Marketing & Communications Consulting | 2012 - All rights reserved

Top Desktop version